domingo, 24 de março de 2013

Adoção, toda a Criança merece viver em família!


Após ler muitos relatos pela internet, durante alguns meses, resolvi dar minha opinião relacionada a adoção, resolvi escrever a respeito.

Estou no Cadastro Nacional de Adoção, assim como milhares de casais.  E vejo muitas pessoas falarem da demora para ser habilitado, da fila de adoção, das pessoas que tem condições pra criar um filho e demora pra conseguir.  Meus queridos, conheço muita gente que fez tratamento e levou 3 ou 5 anos pra engravidar, mais os 9 meses de gestação. As pessoas falam da documentação necessária. Com certeza os documentos necessários para a ficha de adoção, são menos que pra comprar um carro financiado. Reclamação quanto ao atestado médico. Este é conseguido no SUS. E se o SUS se negar a fornecer, tem que ir atrás dos direitos afinal, pagamos os nossos impostos. O Curso de Prepara à Adoção, é só de 16 horas, e em alguns meses, o Juiz homologa o pedido de Adoção.

Este é o início do nosso preparo a adoção, e de verdade, não entendo por que deveria ser diferente. Precisamos deste preparo. Quanto a quem tem ou não poder, a criança não quer a melhor casa, ou o melhor carro, a criança quer sim amor, carinho, família, pais que doem um pouco do seu tempo ao seu filho. Eu   ouço muita gente falar que quer dar computador ao seu filho pequeno, boneca disso, carrinho daquilo, jogo não sei das quantas. Dificilmente ouço pessoas dizendo: vou costurar uma boneca de pano a mão junto com minha filha. Vou construir um carrinho junto com meu filho. Ou seja, o que queremos??? Um mundo de consumismo??? 

Mas voltando ao assunto, se ocorre toda uma preparação para o filho Biológico, qual é o problema em ter essa Preparação para o filho do coração??? Quantos de vocês participa de um Grupo de Apoio a Adoção??? Quem não participa, por favor, exijam isso da comarca de vocês... E lembrando que quem tem mais ou menos condições pra criar um filho adotivo, tem o mesmo direito a adotar. Vejo muitos pais de classe mais baixa, em que o pai chega do trabalho 22 horas e senta brincar com o filho, e vejo alguns pais de classe mais elevada que quando o filho diz: Pai??? O pai diz agora não filho. O filho vai lembrar para sempre do tempo que os pais dispensaram para dar atenção ao seu filho. Claro que isso tem em todas as classes sociais, mas só quis dizer que ninguém é melhor do que ninguém, não tem por que postar que “famílias teriam condições mas a fila é longa.” Espero que reflitam um pouco a respeito.

Abraços, e Deus os Abençoe...

6 comentários:

  1. Respostas
    1. Querida amiga Joelma ,belíssimo texto,me tocou na alma,me fez recordar,de um certo momento na nossa vida,que nosso filho queria uma boneca Emília daquelas grandes,não disponibilizavamos naquela ocasião de dinheiro e construi com ele ,uma boneca Emília lindona,de cabelos coloridos de lã,ele tem 15 anos hoje e guarda com muito amor! Vc falou uma grande verdade,as pessoas ficam criando muitos obstáculos,para tomar a decisão de adotar,quando me chega casos assim,percebo na hora que estas pessoas realmente não estão preparadas e tem que ser muito trabalhadas..........Faço de suas palavras as minhas,a emoção tocou fundo,porque percebi muita verdade no texto!!!! Abraços adotados Fernanda Benitez.

      Excluir
    2. Querida Fernanda (Pousada Rosa Tropical), obrigada pelo carinho, sim essa é a infância que eu vivi, com amor, e criatividade, sem dinheiro, mas nunca me faltou nada. Só não tinha bens materiais... Bj querida, fique com Deus...

      Excluir
    3. Foi a minha tb ,amada Joelma,mas aqui não falta amor!!!! Bjs e fique com Deus tb!!!!

      Excluir
  2. Fernanda semana passada eu estava na frente da Prefeitura esperando o motorista que ia me levar pra viajar, e senti um cheiro familiar. Quando olhei pra minha mão e que tinha uma garrafinha d'agua, associei o cheirinho, não sei de onde, veio, mas era da palha de trigo que meus meus pais plantava no sítio e a gente guardava durante o ano, pra fazer canudinho com palha de trigo. Bateu uma saudade danada daquela época...

    ResponderExcluir